Contextualização da comunicação nas organizações

Desde os primórdios da humanidade, no âmbito da socialização das tribos mais primitivas nas regiões mais inóspitas do planeta, sem dúvida, o processo de comunicação sempre foi essencial em diversos aspectos, principalmente se tratarmos do processo evolutivo de todos os povos nativos do mundo.

Podemos considerar que seria impossível vivermos incomunicáveis, pois isso afetaria nossa própria sobrevivência, tendo em vista que a todo momento precisamos de alguma forma de comunicação para podermos levar uma vida condicionada aos padrões contemporâneos.

Adaptamos nosso cotidiano desde nossa infância a atividades rotineiras, como comprar produtos para nossa subsistência, ligar para solicitar um determinado serviço emergencial, detectar através de algum tipo de comunicação visual uma sinalização de um serviço primordial que está sendo oferecido ou reclamar de algum tipo de dificuldade para alguém, seja falando ou se comunicando por meio de gestos.

Como nos comunicamos?

Modo verbal (através de diálogo), modo escrito, através da linguagem de sinais, de expressões corporais, através de sons, através de determinadas atitudes, e até mesmo o próprio silêncio é uma forma de comunicação.

Obviamente que se verificarmos tudo o que a humanidade passou durante milênios, com a comunicação por meio de sons que os povos primitivos utilizavam até os dias de hoje e com a comunicação sendo dirigida de um celular a outro separados por milhares de quilômetros via SMS (Short Message Service), constatamos o quão incrível foi todo esse processo evolutivo.

Se analisarmos dentro do ambiente organizacional, veremos que a comunicação dirigida foi se adaptando e se tornando cada vez mais rápida e eficiente dentro dos mais variados propósitos voltados ao ambiente mercadológico, ou seja, a comunicação voltada ao marketing.

Veremos agora como a comunicação é disseminada dentro das organizações, as quais podemos distinguir entre pequenas, médias e grandes empresas, e como ela pode ser direcionada de maneira que atinja suas verdadeiras metas.

O composto de comunicação de marketing (também denominado composto promocional) consiste em cinco importantes modos de comunicação, sendo eles: propaganda, promoção de vendas, relações públicas e publicidade, venda pessoal e marketing direto. (KOTLER, 1998)

Vale lembrar que a comunicação dentro das organizações precisa ser planejada, ter um propósito real, um foco, pois se for feita de maneira superficial pode gerar alguns inconvenientes como as temíveis fofocas ou até mesmo a mudança de postura dos subordinados, como diminuição da produtividade. É válido ressaltar a extrema importância das nossas reações, como um olhar, uma determinada maneira de se falar com as pessoas, ou mesmo a própria maneira de se portar dentro de uma organização, pois são fatores preponderantes que incidirão na atitude de quem está do outro lado.

Podemos citar como exemplo as ações de um gestor da área de Recursos Humanos, pois desde o momento em que o candidato senta à cadeira passa a ser analisado  minuciosamente, desde as expressões faciais até a desinibição da fala, passando por embates psicológicos, testes de raciocínio lógico e crítico, entre outras formas de definições que visam traçar o perfil do candidato à vaga ofertada.

Falando ainda de gestos e sinais, podemos citar o exemplo da comunicação entre as pessoas que possuem algum tipo de limitação auditiva, na qual a forma de expressão está condicionada a uma linguagem própria e peculiar.

Contextualização da comunicação nas organizações

Contextualização da comunicação nas organizações

Devemos tomar algumas precauções, pois nosso corpo “fala” através de nossas reações, sejam elas conscientes ou não. É importante perceber a maneira como você se posiciona, como você controla seus gestos, ver se as suas feições permitem a você impor certo “domínio” e respeito (ou não) dentro de uma organização.

Jamais esqueça que o silêncio também comunica, que toda forma de silêncio dentro do contexto comunicativo tem algum tipo de significado!

Atenção antes de comentar

  • Verifique se a sua pergunta já foi feita por outro visitante. Não respondemos perguntas duplicadas.
  • O prazo médio para respondermos é de 7 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *