Modelo de lojas multimarcas é tendência no varejo – Trade Marketing

A proliferação de lojas multimarcas, não só em grandes capitais brasileiras, mas também em cidades no interior do País, é uma tendência no varejo. As multimarcas concentram grifes de moda em um só local de forma conveniente para facilitar a compra, já que o cliente não precisa vagar em shoppings à procura de diversas marcas. Concentrar em uma só loja diferentes marcas também reduz o risco de abrir uma loja de moda, uma vez que se venda grifes já reconhecidas no mercado. Contudo, apontam os lojistas, o maior entrave para as multimarcas pode ser a falta de organização na entrega dos produtos por parte das fábricas.

Embora haja planejamento de compras e estoque por parte dos varejistas, os fornecedores deixam a desejar nos prazos de entrega. Isso prejudica, segundo os proprietários de lojas multimarcas, não só a exposição dos produtos como também o fluxo de caixa. De acordo com Bianca Cerdeira, diretora de Estilo da Basicamente, loja de roupas multimarcas no Rio de Janeiro e que tem também a própria coleção, em muitos casos o estabelecimento deixa de fazer pedidos porque tem medo de não receber determinada coleção em tempo. “Essa desorganização nos prazos de entrega das fábricas influencia no fluxo de caixa e pode até levar a loja a quebrar”, ressalta.

Modelo de lojas multimarcas é tendência no varejo

Modelo de lojas multimarcas é tendência no varejo

Para Bianca, este é o ponto negativo para quem investe no modelo. Segundo ela, nunca sabe exatamente quando os pedidos chegarão. A alternativa encontrada, aponta ela, é focar na coleção própria. Bianca revela que muitos lojistas, inclusive ela, têm forçado as fábricas a organizar a agenda de entrega para tornar o setor mais profissional.

Joana Nolasco Freitas, diretora de compras da Via Flores, multimarcas com três lojas no Rio de Janeiro (nos bairros de Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca), concorda com Bianca. De acordo com ela, o maior problema enfrentado é o atraso na entrega. “O segmento ainda não é organizado”, conta ela.

PEDIDOS. Na avaliação de Luiz Antonio Secco, consultor de varejo que trabalhou 17 anos na Mesbla, inclusive como principal executivo, e fundador da Azov Consultoria e Educação, voltada para o mercado de bens de consumo, apesar dos entraves nos prazos, os pedidos ainda são a melhor opção para as multimarcas. Segundo ele, o sistema obriga a planejar as vendas, diminui a improvisação, melhora o sortimento de produtos ao longo da estação e garante a escolha de melhores modelos.

Thaís Carneiro e Mário Proti, proprietários da Doc Dog, em São Paulo, trabalham com pedidos pela vantagem em programar as compras. “A Doc Dog é pioneira nesse segmento. No começo, apenas nós e a Daslu trabalhávamos no modelo multimarcas. Mas esse mercado vem crescendo cada vez mais no Brasil e chegará à saturação. As lojas multimarcas têm variedade maior de peças e podem atingir tipos diferentes de pessoas. Os lojistas brasileiros têm percebido isso e investido cada vez mais nesse modelo“, conta Thaís.

Ainda segundo Bianca, da Basicamente, a idéia de abrir sua loja começou a partir do conceito de reunir grifes conceituadas, dentro de um mesmo espaço, com peças básicas do vestuário feminino. A partir desta definição, passou a reunir peças básicas de outras marcas, além da sua, para que a cliente pudesse ter mais opções de escolha.

Comportamento nas lojas multimarcas

“A cliente não quer sair da loja com a cara de uma marca só, de somente uma coleção. Na verdade, quer compor um estilo próprio, um look diferenciado, para não sair da loja como uma vitrine de determinada grife. As lojas multimarcas permitem este mix, com estilo e personalidade. O cliente não quer mais percorrer o shopping todo porque existe a conveniência de encontrar diversidade em um só lugar”, conta ela.

Para Joana, da Via Flores, o maior atrativo é a seleção de grifes para o cliente. Segundo ela, as lojas multimarcas escolhem o melhor das grifes, concentram as tendências em uma loja só e evitam a peregrinação dos clientes em shoppings. “A maior vantagem da loja multimarcas é a diversidade de estilos e a concentração de tendências”, diz.

Assim como ela, Daniela Fernandes, sócia proprietária da multimarcas Jaya, acredita que o atrativo maior é que o cliente não tem que ficar “batendo perna” nos shoppings porque pode encontrar seu estilo de roupa em um só lugar. Ela vende 10 grifes na loja e concorda que o maior entrave para as multimarcas é o atraso na entrega por parte das fábricas.

Estratégia para seduzir o cliente é diferente

As lojas multimarcas têm dois principais diferenciais para seduzir os consumidores, segundo Luiz Antonio Secco, consultor de varejo. O primeiro são as próprias marcas que a loja seleciona para vender. O segundo é o nome da multimarca, que pode ser reconhecido positivamente de acordo com a qualidade do atendimento e a qualidade da seleção das marcas, entre outros motivos.

O processo de sedução do consumidor é, portanto, diferente do utilizado pelas grifes, que buscam seduzir os clientes e criar valor através de sua marca.

Sobre a tendência de as lojas multimarcas conquistarem espaço, Secco lembra que as multimarcas disputam espaço com as grifes que atuam no sistema de franquia. As grandes cidades tendem a não ter espaço para lojas multimarcas, porque ainda é forte a procura por franquias paulistas e cariocas. Já nas cidades menores, a tendência é que as multimarcas se multipliquem, porque a procura por franquias é menor.

“Abrir uma loja multimarcas é a maneira menos difícil de iniciar no mundo da moda, porque não é preciso começar uma marca do zero. A taxa de mortalidade de marcas novas, ainda no primeiro ano de vida, é alta”, avalia Secco. Quanto à forma de escolher as grifes que serão vendidas nas multimarcas, o consultor recomenda avaliar se a marca tem sucesso no mercado, se tem lojas próprias e se tem bom histórico de entregas.

FONTE: Jornal do Comércio

16 comments for “Modelo de lojas multimarcas é tendência no varejo – Trade Marketing

  1. Karoline
    8 de março de 2013 at 2:38 am

    Gostaria de saber marcas de sucesso tanto masculina e feminina. grata, Karoline

    • Lenildo
      16 de novembro de 2016 at 12:10 pm

      Boa tarde! gostaria de saber que devo fazer para abrir uma loja multimarcas e quais são os passos que devo tomar. Obrigado

  2. Gustavo
    6 de setembro de 2013 at 12:49 pm

    Adorei essa matéria, até porque estou me preparando para abrir uma loja nesse seguimento; Ainda assim trouxe algumas situações que preciso tomar cuidado antes mesmo de abrir foi interessante esse artigo.

  3. Kelly
    19 de novembro de 2013 at 1:50 pm

    Gostaria de saber se vcs podem me fornecer alguns telefones e nomes de fornecedores de roupas e acessórios de roupas (multimarcas).

    Estou montando uma loja, mas para vender coleção passada, Outlet.

    Obrigada!

    • Carolina
      26 de maio de 2014 at 6:18 pm

      Representamos mais de 500 marcas de roupas, diversas marcas ”desejo”. Teremos que definir seu publico e planejar quais serão as melhores marcas para ser comercializada na sua loja. As sendo definidas, teremos que consultar praça para a liberação da comercialização do produto em sua loja. Entre em contato conosco whats. 11982054415

  4. Galbaniedys Nishiaka
    15 de dezembro de 2013 at 10:11 am

    Gostaria de receber se possível contatos de representantes de roupas e acessórios multimarcas.
    Tenho loja mas no segmento de roupas artesanal e gostaria de mudar o ramo mas nao sei por onde começar, se poderem me passar orientaçoes agradeço.

    Obrigado!

    • thiago
      26 de maio de 2015 at 4:13 pm

      Boa Tarde Galbaniedys Nishiaka!!!!

      Tenho uma marca chamada lagoon rio !!!!!!
      Estou procurando lojas multimarcas para expandir as vendas!!!

      Temos uma fanpage https://www.facebook.com/vestuariolagoon?ref=hl
      caso queira dar uma olhada e se interesse!!!

      Att,

      Thiago

  5. lucicleia vieira
    4 de março de 2014 at 12:07 pm

    Adorei esta matéria e aproveito para solicitar, caso seja possível, o contato de representantes de roupas e acessórios de multimarcas. Pois estou pretendendo abrir uma loja neste segmento aqui na minha cidade.
    Agradeço desde já a ajuda.

  6. Gleriston
    23 de maio de 2014 at 3:40 pm

    Procuro Fornecedores de roupas de multimarcas , estou pensando em abrir uma loja de multimarcas,obrigado.

  7. Leonardo Sauma
    9 de junho de 2014 at 10:48 pm

    Gostaria, se possível, de receber contatos de representantes de marcas de roupas e acessórios.

  8. Gisele
    18 de junho de 2014 at 10:45 pm

    Gostaria, se possível, de receber contatos de representantes de marcas de roupas e acessórios.

  9. rogerio da silva pinheiro
    14 de outubro de 2014 at 2:09 pm

    tou pensando em começa um pequeno negocio , mas queria recebe algumas dicas !!!

  10. Maria
    23 de maio de 2015 at 5:55 pm

    Disponho de um espaço fabuloso de 200m2 em edifício de renome da moda em Copacabana propicio `a implantacao de lojas do genero multi-marcas.
    Interessados podem enviar email: newblond2000@yahoo.com

  11. Matheus
    2 de dezembro de 2016 at 1:04 pm

    Olá, possuo marca própria de moda masculina.

    Estamos desenvolvendo nossos parceiros e revendas. useorangeoficial@gmail.coom

  12. Jorge
    2 de janeiro de 2017 at 8:49 am

    Por favor gostaria de receber orientações a respeito de como contatar as confecções das marcas John John , reserva , Calvi Klein.
    Muito sucesso para todos.

  13. loren
    9 de janeiro de 2017 at 3:34 pm

    ola , estou querendo abrir uma multimarcas de lingerie’s , gostaria de saber se alem de lingeries multimarcas , seria bom colocar roupa de academia …

Atenção antes de comentar

  • Verifique se a sua pergunta já foi feita por outro visitante. Não respondemos perguntas duplicadas.
  • O prazo médio para respondermos é de 7 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *