Brainstorming como ferramenta da qualidade

A filosofia básica do Brainstorming é deixar vir à tona todas as idéias possíveis sem criticar durante a sua exposição.

O objetivo é obter o maior número possível de sugestões, para fazer posteriormente o julgamento.

O Brainstorming, não determina uma solução, mas propõem muitas outras. É um grupo de pessoas na qual um tema é exposto e que através de livre associação de pensamento começam surgir idéias associadas a este tema.

Quando usar o brainstorming?

  • Para solucionar um problema, nas listagens das possíveis causas e soluções.
  • No desenvolvimento de um novo produto, e das características dos produtos.
  • E várias outras aplicações, pois é uma técnica muito flexível.

Pré requisitos para fazer um brainstorming

Regras básicas do brainstorming

  • Eliminar qualquer crítica no primeiro momento do processo, para que não haja inibições nem bloqueios e surjam o maior número de idéias possível. “Nenhuma ideia por mais tola ou irracional que possa parecer, pode ser criticada. Da mesma forma, as boas idéias não são elogiadas ou endossadas. Todo julgamento é suspenso inicialmente; a primazia é a geração de idéias” (Plsek e Onnias) . Não deve haver julgamento de modo algum, principalmente dos gestores;
  • Apresentar as idéias tal qual elas surjam na cabeça, sem rodeios, elaborações ou maiores considerações. As pessoas devem se sentir muito à vontade, sem medo de “dizer uma bobagem”. Ao contrário, as idéias mais desejadas são aquelas que parecem disparatadas, “loucas” e sem sentido, no primeiro momento. Estas idéias costumam oferecer conexões para outras idéias criativas e até mesmo representarem soluções. Mesmo que mais tarde sejam abandonadas completamente, isso não é importante no momento da “colheita” das contribuições;
  • No brainstorming, quantidade gera qualidade. Quanto mais idéias surgirem, melhor. Maior será a chance de se conseguir, diretamente ou por meio de associações as boas idéias;
  • Numa segunda etapa, feita a seleção das idéias, aquelas potencialmente boas devem ser aperfeiçoadas. Nesse processo, costumam surgir outras idéias. Mas lembre-se: derrubar uma ideia é mais fácil que implementá-la. Novas idéias normalmente nascem frágeis: é preciso reforçá-las para que sejam aceitas.
  • Se essas regras forem cumpridas, certamente ocorrerá a geração de uma quant idade maior de idéias. Idéias melhores e em maior quantidade do que seria possível de se esperar do trabalho individual.

Como fazer um brainstorming?

  • O processo de brainstorming é conduzido por um grupo de 6 a 12 participantes, com um coordenador e um secretário escolhidos.
  • Cada participante recebe, antes da reunião, o enunciado do problema com todas as informações disponíveis . Para ser útil, o enunciado do problema deve:
  1. “Ser específico: evite palavras como baixo, ruim ou lento”;
  2. o Ser mensurável: inclua fatos, números, etc.;
  3. o Enunciar o efeito: afirmar o que está errado sem presumir uma causa ou uma solução;
  4. o Identificar o déficit entre o que há e o que deveria ser;
  5. o Focalizar a perda; dizer porque a situação é indesejável do ponto-de-vista do cliente).
  • A sessão do brainstorming começa com a orientação aos participantes sobre as regras do jogo, origem e motivo do problema a ser estudado. Se o grupo não está acostumado a sessões de brainstorming, é aconselhável fazer um breve aquecimento e, se necessário, é possível redefinir o problema em cada ocasião. É importante educar as pessoas.
  • Ao se anotar, finalmente, o problema no quadro é que realmente inicia o brainstorming em si, com duração aproximada de 40 minutos.
  • Durante esse período cada pessoa do grupo deve estar estimulada e desinibida para oferecer o maior número de idéias, segundo a regra básica: é proibido criticar.
  • Todas as idéias devem ser anotadas em local bem visível, sempre dando-se preferência pela redação original de quem manifesta a ideia.
  • O último passo da sessão consiste na seleção de idéias. Nesta fase o grupo:
  1. Analisa as diversas sugestões individuais de causas potenciais do problema;
  2. Classifica as causas levantadas;
  3. Combina causas afins e descarta redundâncias;
  4. Elabora uma lista das causas mais comuns.

Brainwriting

É uma variação do brainstorming, com a diferença essencial de que todas as idéias são escritas.

Existem diferentes versões dessa técnica, sendo a mais utilizada a descrita nos passos a seguir:

  • Um grupo de participantes, sentado ao redor de uma mesa, tem conhecimento do problema através do coordenador. Cada uma dos participantes, então, escreve três idéias relacionadas com o problema;
  • Após cinco minutos, os participantes trocam de papel em rodízio;
  • Cada participante após receber o papel de seu vizinho, tenta desenvolver ou acrescentar algo correlato, com mais três idéias;
  • O processo continua com períodos de cinco minutos para cada participante contribuir, até que cada um receba seu papel de volta.

Nesse ponto, o coordenador recolhe os papéis para a seleção de idéias;

Vantagens do brainstorming

  • Permite a manifestação aleatória das pessoas ;
  • É uma técnica mui to flexível em termos de possibilidades de utilização;
  • É de fácil aplicação e não requer grandes conhecimentos para se obter resultados com a técnica;
  • Possibilita ultrapassar os limites/paradigmas dos membros da equipe.

Desvantagens do brainstorming

  • Se o objetivo do brainstorming não estiver claro, pode virar uma tempestade de asneiras, em vez de idéias/sugestões criativas ;
  • Nem sempre surte o resultado ou a solução esperada para o problema em questão;
  • É um processo empírico e primário. Não há comprovação científica do resultado. Tem por base a experiência de cada um dos envolvidos no processo.

Relação do brainstorming com outras ferramentas da qualidade

Digrama de causa e efeito: clique no link para saber mais.
Folha de verificação: clique no link para saber mais.
Diagrama de Pareto:  clique no link para saber mais.

Você pode gostar também de ler...

One thought on “Brainstorming como ferramenta da qualidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *