Folha de verificação – ferramenta da qualidade

Folha de Verificação são formulários planejados nos quais os dados coletados são preenchidos de forma fácil e concisa.

Registram os dados dos itens a serem verificados, permitindo uma rápida percepção da realidade e uma imediata interpretação da situação, ajudando a diminui r erros e confusões.

As folhas de verificação podem apresentar-se de vários tipos para:

  • Distribuição do Processo de Produção;
  • Verificação de Itens Defeituosos;
  • Localização de Defeito;
  • Causas de Defeitos;

Distribuição do Processo de Produção

É usado quando se quer coletar dados de amostras de produção.

Lançam-se os dados em um histograma para analisar a distribuição do processo de produção, coletam-se os dados, calcula-se a média e constrói-se uma tabela de distribuição de freqüência. Na medida em que os dados são coletados são comparados com as especif icações. Os dados coletados para este t ipo de folha de verif icação não podem ser interrompidos.

Este tipo de folha de verificação é aplicado quando queremos conhecer a variação nas dimensões de certo tipo de peça. Exemplo: Espessura da peça após o biscoito prensado no processo cerâmico.

Verificação de Itens Defeituosos

Este t ipo é usado quando queremos saber quais os t ipos de defeitos mais freqüentes e números de vezes causados por cada motivo. Exemplo: Numa peça de azulejo, os t ipos de defeitos após o produto acabado.

Localização de Defeito

É usada para localizar defei tos externos, tais como: mancha, sujeira, riscos, pintas, e outros. Geralmente esse tipo de l ista de verificação tem um desenho do item a ser verificado, na qual é assinalado o local e a forma de ocorrência dos defeitos. Exemplo: Bolha estourada na superfície do vidrado, nas peças cerâmicas. Esta folha nos mostra o local onde mais aparece o t ipo da bolha.

Esse tipo de folha de verif icação é uma importante ferramenta para a análise do processo, pois nos conduz para onde e como ocorre o defeito.

Causas de Defeitos

Este t ipo é usado para investigar as causas dos defeitos, sendo que os dados relativos à causa e os dados relativos aos defeitos são colocados de tal forma que torna-se clara a relação entre as causas e efeitos.

Posteriormente os dados são analisados através da estratificação de causas ou do diagrama de dispersão.

Utilização das folhas de verificação

Essas folhas de ver if icação são ferramentas que questionam o processo e são relevantes para alcançar a qualidade.

São usadas para:

  • Tornar os dados fáceis de obter e de utilizar-se.
  • Dispor os dados de uma forma mais organizada.
  • Verificar a distribuição do processo de produção: coleta de dados de amostra da produção.
  • Verificar itens defeituosos: saber o tipo de defeito e sua percentagem.
  • Verificar a localização de defeito: mostrar o local e a forma de ocorrência dos defeitos.
  • Verificar as causas dos defeitos.
  • Fazer uma comparação dos limites de especificação.
  • Investigar aspectos do defeito: trinca, mancha, e outros.
  • Obter dados da amostra da produção.
  • Determinar o turno, dia, hora, mês e ano, período em que ocorre o problema.
  • Criar várias ferramentas, tais como: diagrama de Pareto, diagrama de dispersão, diagrama de controle, histograma, etc .

Pré-requisitos para a construção da folha de verificação

  • Identificar claramente o objetivo da coleta de dados: quais são e os mais importantes defeitos.
  • Decidir como coletar os dados: como serão coletados os dados? Quem irá coletar os dados? Quando serão coletados os dados? Qual o método será utilizado para coleta dos dados?
  • Estipular a quantidade de dados que serão coletados: tamanho da amostra.
  • Coletar os dados dentro de um tempo específico: decidir o t ipo de folha de verificação a ser usada, decidir se usar número, valores ou símbolos, fazer um modelo da folha de verificação.

Como fazer a folha de verificação

  • Elaborar um tipo de folha de verificação de forma estruturada adequada a ser analisada, que permite um fácil preenchimento.
  • Definir a quantidade e o tamanho da amostra dos dados.
  • Definir onde será feita a coleta dos dados.
  • Determinar a freqüência com que serão coletados os dados (diário, semanal , ou mensal).
  • Escolher quem deverá coletar os dados.
  • Através da folha de verificação realizar a coleta dentro do planejado.

Vantagens da folha de verificação

  • A obtenção do fato é registrado no momento que ocorre;
  • Essa situação facilita a identificação da causa junto ao problema;
  • A atividade é muito simples de aplicar, bastando apenas pouca concentração.
Folha de verificação - ferramenta da qualidade
Folha de verificação – ferramenta da qualidade

Desvantagens da folha de verificação

  • Os equipamentos de medida podem não estar auferidos;
  • O processo de coleta pode ser lento e demanda recursos de acordo com a amplitude da amostra;
  • Os dados resultantes da contagem só podem aparecer em ponto “discretos”. Numa página de fatura só é possível encontrar 0,1,2, etc., erros; não é possível encontrar 2,46 erros.

Relação da folha de verificação com outras ferramentas da qualidade

  • Relaciona-se com a maioria das ferramentas, pois é um passo básico, onde vamos encontrar as informações, principalmente para determinar a causa, especif icação extensão, onde e quando ocorre o problema.
  • Relaciona-se com o brainstorming, diagrama de causa e efeito para elaborar as atividades e a forma da coleta de dados.

Artigo baseado em informações encontradas em artigos no site do Capes.

Você pode gostar também de ler...

5 thoughts on “Folha de verificação – ferramenta da qualidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *