E-branding e Branding 3.0

Podemos definir e-branding como uma plataforma de comunicação e relacionamento através dos meios digitais.

Nas atuais ações de marketing de uma empresa relacionadas ao mix de comunicação de uma marca, deve-se levar em conta até mesmo certa inversão de papéis dos atores envolvidos. O cliente, de agente passivo, passou a exercer o papel de agente participativo, colaborativo e até mesmo decisório do processo de construção de uma marca. As interações com os clientes passaram a ser de “um para muitos”, inclusive em relação às interações entre si.

Uma pesquisa da Universal McCann, de 2010, realizada no Brasil, demonstra a forte ascensão frente às redes sociais:

Tendências e cenário do E-branding e Branding 3.0

O atual consumidor digital valoriza muito menos a comunicação ou propaganda tradicional e não cede aos apelos dela. Buscam sim a colaboração de outros consumidores através de referências e opiniões desses mesmos usuários. Empresas que não tiverem essa percepção entrarão na seleção natural de preferência de seus consumidores, por marcas mais interativas, dinâmicas, responsáveis e transparentes.

São essas marcas candidatas a liderarem o mercado. Marcas que se adaptaram à nova realidade e às novas relações de consumo.

Na nova linguagem do marketing, conceitos como comunização, que é o anseio dos consumidores estarem conectados entre si, devem ser respeitados e considerados pelas empresas.

Já o branding 3.0 (ou e-branding) é uma nova abordagem que vem sendo elaborada coletivamente através das redes sociais. A tendência é avaliar econômica, social, cultural e ambientalmente o posicionamento das marcas no atual cenário de negócios e rever a sua essência, o seu propósito, a sua razão de ser, ou seja, se a missão, a visão e os valores da empresa estão alinhados com os anseios da sociedade atual em que as empresas coloquem em prática estratégias de Sustentabilidade e de Responsabilidade Social, gerando valor para as pessoas e para o planeta.

É a imagem da marca na WEB sob as lentes dos consumidores engajados e conscientes, que tendem a predominar em um futuro próximo.

O vídeo a seguir demonstra como a Natura vem projetando o seu branding nas mídias sociais como empresa sustentável e socialmente responsável.

Você pode gostar também de ler...

2 comentários em “E-branding e Branding 3.0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *